Navegação

Luz

FOTOGRAFIA

Fotografar é desenhar no papel em branco

Fotografar é ver além, é capturar uma essência que os outros não enxergam. É perceber sentimentos ocultos e registrá-lo através da Luz.

Fotografar é ver beleza onde acham que não se tem. É resgatar no presente a prosperidade do futuro.

Fotografar é permitir que o passado venha à tona quantas vezes quiser. É celebrar a vida e manter vivo aquele momento.

Fotografar é sentir paixão por registrar cenas do cotidiano, da vida como ela é. É expressar na imagem os sentimentos da alma.

Através de uma fotografia você conta a história de um povo, de um lugar, de guerras, de paz, de sorrisos e lágrimas, da natureza e sua extinção, da criança, do adulto, do ancião.

Fotografar é manter viva uma situação que entra pra história. É manter viva na memória momentos que já se foram.

Fotografar me faz pulsar nas veias a vontade de querer sempre registrar o melhor momento, o melhor ângulo, a melhor luz, a melhor composição. Revelo, junto com a minha fotografia, a forma como vejo o mundo ou pelo menos como gostaria que ele fosse.

Fotografar me faz pensar rápido e agir com a intuição, de que é a cena perfeita, de que captei realmente o momento certo e resgatei ali toda a emoção de um sentimento encoberto.

Fotografar me transforma, e quando estou ali do outro lado da câmera, me sinto livre, forte e esqueço os meus problemas.

Hoje vejo os pequenos detalhes, enxergo coisas que antes passava despercebido, e ali imagino como seria a fotografia. Vejo fotos por todos os lados, nas sombras, no brilho que entra por uma fenda, no sorriso de uma criança, no olhar de um cão abandonado, num banco da praça vazio, nas pegadas deixadas por um casal no caminho…

Fotografar faz você perceber o mundo lá fora de uma forma mais completa, mais cores, reflexos, linhas, texturas.

Fotografar é desenhar no papel em branco, através de um simples facho de luz, a imagem congelada do tempo.

FOTOGRAFIA

Fotografia: luz e paixão

FOTOGRAFIA: LUZ E PAIXÃO

E Deus disse: Haja luz. E houve luz.

Assim se deu o início de tudo, inclusive o da fotografia. Cresci acreditando no Amor e sempre tive a fotografia presente na minha vida. Para quem não sabe: sou fotógrafa e vocês podem conhecer um pouco do meu trabalho acessando minha página no facebook, meu site, perfil no flickr e instagram. E se quiser saber um pouquinho mais sobre a minha vida e o blog é só clicar aqui.

Essa paixão por registrar a vida vem amadurecendo junto comigo desde pequena. E hoje tenho prazer em compartilhar o que eu sei com pessoas que também tem esse desejo de aprender cada dia mais sobre a arte de fotografar.

Então, com o intuito de ajudar ao próximo – e fazer o que eu amo – resolvi dedicar um espaço no Diário de Sereia voltado para fotografia, onde eu vou escrever sobre tudo o que eu aprendi e tudo o que eu ainda irei aprender, pois acredito que conhecimento e amor precisam ser cada vez mais compartilhados. Assim como outras pessoas – profissionais ou não de fotografia – já me ajudaram, e ainda ajudam, dividindo suas experiências, eu também quero fazer o mesmo por vocês que me acompanham e compartilham dessa mesma paixão.

A fotografia possui muitos inventores e a sua história é fascinante. Por isso eu resolvi partir do princípio: luz. E em breve falarei mais sobre a sua descoberta, seus inventores, sua evolução e, claro, suas técnicas.

Para entender o princípio básico da fotografia você precisa saber que sem luz nada existiria.

A palavra fotografia, do grego, significa:

Foto – luz            Grafia – escrita

“Escrever com luz”, “Registrar a luz”, “Escrita da luz”.

É bem simples: A luz é uma onda eletromagnética que se propaga e transite fótons. Os fótons são captados pelos nossos olhos e compreendidos pelo cérebro. Sendo assim, a fotografia é a arte de reproduzir imagens pela ação da energia radiante em uma superfície fotossensível, como em uma filme fotográfico. O que os nossos olhos capturam e o cérebro compreende a fotografia reproduz e eterniza.

Espero conseguir transmitir e agregar conhecimento para vocês ao máximo. Eu tenho feito da minha fotografia mais uma forma de amar ao próximo e espalhar carinho. Compartilhar sorrisos, colecionar histórias e registrar momentos tão únicos na vida de alguém me faz ter esperança no mundo. E esse é o motivo que me trouxe até aqui com vocês.


Me acompanhe nas redes sociais para não perder nenhuma novidade:

FacebookTwitter Instagram Pinterest  Flickr SnapChat (diariodesereia)