COMPORTAMENTO

Persistência ou teimosia?

Você já parou no meio do caminho e se perguntou se valia a pena? Alguma vez se questionou se era por ali mesmo que deveria seguir? E se existirem outros atalhos? Mas, e se não for nada disso?

Ah, a vida. Nesse momento nem sei mais para qual direção eu dou o próximo passo. Há quem diga que é sempre para frente. Mas, será que é?

Tenho pensado em fazer diferente, e dar um passo para traz. Só para enxergar essa coisa toda de longe e ter certeza que não estou deixando passar nada. Será que assim consigo descobrir onde estou errando?

Esse negócio de idealizar a vida, sonhar, ter planos, criar coragem e correr atrás, não está fácil. Você passa boa parte da sua vida preocupada em agradar as pessoas, fazer o que esperam que você faça, se anulando, se esquecendo. Até que um belo dia a coragem toma conta de você, e uma explosão de entusiasmo toma conta de tudo. Agora vai.

Mas, não vai.

Você tira todos aqueles sonhos da gaveta, começa a se dedicar, dar o seu melhor e nada. Absolutamente, nada. Só que agora você está focando em algo que acredita, certo? Está tomando o controle das suas vontades e desejos, se importando menos com o que vão achar de você e acreditando mais em si mesmo. Então, qual o porquê de não ser mais fácil?

Aprende a controlar sua respiração. Afinal, não quer ter outra crise de ansiedade. Passa as noites em claro estudando, criando metas e as executando. Sonha acordada. Sonha dormindo. Sonha e vai atrás. Mas, não dá certo. A coisa toda não sai do lugar, por quê?

Talvez o fato de não dar certo é um jeito que a vida tem de dizer que não é esse o caminho. Ou, que esse sonho não nos cabe. Mas, até quando insistir em um sonho é persistência? E como saber quando essa persistência se torna teimosia?

São muitas perguntas, eu sei. Ainda não consigo responder todas, mas, se você está passando por algo parecido, saiba que não está sozinha.


 Me acompanhe nas redes sociais para não perder nenhuma novidade:

FacebookTwitterInstagramPinterest 

POR ONDE ANDEI

Cristo Redentor, e a vista da cidade maravilhosa


Cristo Redentor, considerado uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, é o primeiro ponto turístico do Rio de Janeiro que vou apresentar para vocês nessa nova categoria do Diário de Sereia, Por Onde Andei.

Como fotógrafa, sou apaixonada por paisagens que me enchem os olhos (e o coração). Adoro conhecer e descobrir nossos lugares, viajar, passear e fotografar. E com isto, nasceu esta nova categoria, onde vou compartilhar com vocês minhas experiências e “cliques”.

Neste artigo vou contar como foi a minha segunda visita ao Cristo Redentor, o caminho que fiz, quanto gastei e a experiência de contemplar uma paisagem incrível da Cidade Maravilhosa.

Continue lendo

FOTOGRAFIA

Kodak e a sua importância para o crescimento da fotografia

Nesse artigo vamos continuar falando sobre George Eastman, e a importância que a sua empresa (Kodak) teve para o crescimento da fotografia. Caso você não tenha lido os últimos textos sobre a história da fotografia, recomendo a leitura dos artigos abaixo:

A fotografia e seus principais inventores – Parte I 

A fotografia e seus principais inventores – Parte II 

A fotografia e seus principais inventores – Parte III


NASCIMENTO DA KODAK

Eastman projetou uma câmera pequena e leve, com uma lente capaz de focalizar a partir de 2.5m de distância. Foi chamada de Câmera Kodak por causa do som que fazia ao disparar o obturador. Ao ser lançada comercialmente, em 1888, o sucesso da invenção tornou a fotografia mais popular e acessível para pessoas inexperientes.

O slogan era: Você aperta o botão, nós fazemos o resto.

E funcionava da seguinte forma: Terminado o rolo da câmera, que tinha capacidade de 100 fotos, o fotógrafo só precisava manda-la para o laboratório de George Eastman; que recebia o seu negativo e o revelava, depois entregava a fotos e a câmera com um novo rolo.

Continue lendo